Header Ads

Últimas Notícias
recent

Ministério Público dá parecer e pede para TRE manter cassação dos mandatos de Polyana e Geraldinho


Se depender do Ministério Público Eleitoral da Paraíba, a prefeita e o vice de Pombal, Polyana Dutra (PT) e Geraldinho (PSDB), terão suas cassações mantidas pelo Tribunal Regional Eleitoral.
Parecer nesse sentido foi emitido pela Procuradoria Eleitoral na última segunda-feira (21), no Recurso impetrado pela defesa dos gestores contra decisão da juíza de Pombal, que em maio determinou a cassação dos dois (SAIBA MAIS), e a realização de eleição indireta, ou seja, feita pelos vereadores do município.
Para o Ministério Público, as provas juntadas na ação são evidentes e por isso a condenação deve ser mantida.

ENTENDA O CASO:

Polyana e Geraldinho respondiam à uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE), acusados de abuso de poder político e econômico por causa da realização de contratações temporárias por excepcional interesse público em 2012, ano da eleição municipal.
Os autores da ação foi a coligação Coligação "Unidos Para o Bem de Pombal", que teve como candidatos Mayenne-Van Bandeira e Claudenildo Alencar Nóbrega (Galego), ambos do PMDB.
Na defesa, a prefeita e o vice alegaram que que não havia prova concreta da ocorrência de contratações em troca de votos, afirmando a impossibilidade de reconhecimento da captação ilícita de sufrágios com base em presunções.
O recurso está sob a relatoria do juiz Tércio Chaves de Moura, que deverá pedir nos próximos dias pauta para levar o caso para julgamento do plenário da Corte eleitoral.

Naldo Silva – LIBERDADE PB

Tecnologia do Blogger.