Header Ads

Últimas Notícias
recent

Por falta de provas, empresário de São Bento é solto e deve acionar justiça para punir responsáveis por informações equivocadas

 
 
Na última semana nossa cidade foi surpreendida pela notícia da prisão do empresário RICARDO PEREIRA DO NASCIMENTO e mais dois funcionários seus quais sejam, MICHEL DE ARAÚJO PEREIRA e CÍCERO LEITE DA SILVA.

Pairava sobre os mesmos a alegação de que detinham um arsenal com armas dos mais diversos calibres, e ainda estariam sendo investigados pela morte do cidadão JOSÉ RODRIGO LEANDRO DA SILVA.

Ocorre que na última segunda feira, após o período dado pelo juiz da comarca de São Bento, para que o delegado presidente do inquérito CARLOS JOSÉ SEABRA DE MELO juntasse ao mesmo, provas que remetessem ao empresário a autoria dos delitos, findou-se sem a juntada de qualquer prova que levasse a autoria do crime a RICARDO.

Ficou ainda provado que o suposto “ARSENAL ILEGAL”, difundido pela polícia judiciária de forma precipitada e negligente, eram armas que faziam parte de uma coleção do empresário, as quais eram devidamente registradas, estando em conformidade com a legislação vigente, não constituindo crime algum.

Os advogados responsáveis pela defesa de RICARDO, o Dr. Josué Junior e o Dr. Francisco Cavalcante Filho, ao serem indagados sobre o processo foram uníssonos em declarar “que a operação policial, foi desastrosa e que graças a Deus em um curto espaço de tempo, foi tudo elucidado e feito Justiça”.

Dr. Josué Junior ainda adiantou que o magistrado, foi enfático ao relatar que “não haveria sentido em se prorrogar uma prisão, para que dentro da sua prorrogação, eventual prova fosse encontrada”.

Por fim a banca de defesa do empresário adiantou que todas as medidas cabíveis para punir as pessoas que difundiram informações equivocadas sobre o caso, sem o conhecimento devido, prejudicando sobremaneira a imagem do empresário, serão acionadas judicialmente.


FONTE: Mais São Bento / Assessoria
Tecnologia do Blogger.