Header Ads

Últimas Notícias
recent

Confiram Quanto em Recursos os Municípios do Médio Piranhas Recebem do Bolsa Família


Algumas pessoas têm demonstrado insatisfação com o Programa Bolsa Família, programa de transferência de renda que foi iniciada no governo Fernando Henrique Cardoso e ampliado nos governos Lula e Dilma.
Questiona-se a eficácia do programa no tocante a chamada “falta de vontade de trabalhar de quem recebe o benefício”, alguns dizem que quem recebe,são vagabundos.

O Programa Bolsa Família é um programa de transferência direta de renda, direcionado às famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza em todo o País, de modo que consigam superar a situação de vulnerabilidade e pobreza.

O programa busca garantir a essas famílias o direito à alimentação e o acesso à educação e à saúde.

Em todo o Brasil, mais de 13,9 milhões de famílias são atendidas pelo Bolsa Família.
  • Combater a fome e promover a segurança alimentar e nutricional;
  • Combater a pobreza e outras formas de privação das famílias;
  • Promover o acesso à rede de serviços públicos, em especial, saúde, educação, segurança alimentar e assistência social.
​A população alvo do programa é constituída por famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza.

As famílias extremamente pobres são aquelas que têm renda mensal de até R$ 77,00 por pessoa. As famílias pobres são aquelas que têm renda mensal entre R$ 77,01 e R$ 154,00 por pessoa. As famílias pobres participam do programa, desde que tenham em sua composição gestantes e crianças ou adolescentes entre 0 e 17 anos.

Para se candidatar ao programa, é necessário que a família esteja inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, com seus dados atualizados há menos de 2 anos.

Caso atenda aos requisitos de renda e não esteja inscrito, procure o responsável pelo Programa Bolsa Família na prefeitura de sua cidade para se inscrever no Cadastro Único.

E mantenha seus dados sempre atualizados, informando à prefeitura qualquer mudança, como de endereço e telefone de contato e modificações na constituição de sua família, como nascimento, morte, casamento, separação, adoção, etc.

O cadastramento é um pré-requisito, mas não implica na entrada imediata das famílias no programa, nem no recebimento do benefício. Mensalmente, o MDS – Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome seleciona, de forma automatizada, as famílias que serão incluídas para receber o benefício.

Para saber se você foi incluído no programa, consulte o responsável pelo programa programa na prefeitura de sua cidade ou consulte aqui​ a lista de famílias beneficiárias.​
1.   Cadastramento
Se sua família se encaixa em uma das faixas de renda definidas pelo programa, procure o setor responsável pelo Bolsa Família no seu município. É necessária a apresentação do documento de identificação para fazer parte do Cadastro Único dos Programas Sociais do Governo Federal.
2.   Seleção
A seleção das famílias é feita pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, com base nos dados inseridos pelas prefeituras no Cadastro Único dos Programas Sociais do Governo Federal. A seleção é mensal, e os critérios usados são a composição familiar e a renda de cada integrante da família.​​

Essas explicações foram retiradas do site da Caixa Econômica Federal.
Uma das principais exigências é a permanência da criança e adolescente na escola e isso tem sido constatado ao longo dos anos.
Os gestores dos municípios beneficiados ao longo dos anos poderiam apresentar ao povo alternativas de cursos, ou programas que fizessem que as populações de baixa renda em seus municípios saíssem da pobreza, ou extrema pobreza, mas muitos poucos gestores se empenharam, ou colocaram  como prioridade.
Aqui os leitores do PanoramaNotícias.Net, terão acesso a quantidade de pessoas que recebem o Bolsa Família e os valores das cidades de Catolé do Rocha, São Bento, Brejo do Cruz, Brejo dos Santos, Mato Grosso, Jericó, Bom Sucesso, Riacho dos Cavalos, São José do Brejo do Cruz,Belém do Brejo do Cruz,além dos municípios de Pombal,Lagoa e Paulista.
 Vale lembrar que na última campanha eleitoral, várias pessoas defendiam abertamente a extinção do programa, principalmente pessoas do sul e Sudeste do país, mas na região Norte e Nordeste, também houve por parte de alguns o mesmo desejo.
Pra se ter uma idéia dos valores destinados a cada município, só em Catolé do Rocha entra por mês mais de R$500 mil reais, ao todo dos municípios citados, os valores chegam a mais de R$3 milhões de  reais.
Confiram os dados obtidos por nossa reportagem.

RI Bolsa Família e Cadastro Único
CATOLÉ DO ROCHA (PB)
IBGE: 250430 População (Censo IBGE 2010): 28.766
Visão Geral
Cadastro Único
O Cadastro Único para Programas Sociais reúne informações socioeconômicas das famílias brasileiras de baixa renda – aquelas
com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa. Essas informações permitem ao governo conhecer as reais condições
de vida da população e, a partir dessas informações, selecionar as famílias para diversos programas sociais.
No Município CATOLÉ DO ROCHA/PB, o total de famílias inscritas no Cadastro Único em dezembro de 2015 era de 6.098 dentre
as quais:
4.724 com renda per capita familiar de até R$77,00;
300 com renda per capita familiar entre R$77,00 e R$ 154,00;
678 com renda per capita familiar entre R$ 154,00 e meio salário mínimo;
396 com renda per capita acima de meio salário mínimo.
O Programa Bolsa Família (PBF) é um programa de transferência condicionada de renda que beneficia famílias pobres e
extremamente pobres, inscritas no Cadastro Único. O PBF beneficiou, no mês de março de 2016, 4.025 famílias, representando
uma cobertura de 116,1 % da estimativa de famílias pobres no município. As famílias recebem benefícios com valor médio de R$
145,83 e o valor total transferido pelo governo federal em benefícios às famílias atendidas alcançou R$ 586.964,00 no mês.
Em relação às condicionalidades, o acompanhamento da frequência escolar, com base no bimestre de novembro de 2015, atingiu
o percentual de 93,1%, para crianças e adolescentes entre 6 e 15 anos, o que equivale a 2.812 alunos acompanhados em relação
ao público no perfil equivalente a 3.019. Para os jovens entre 16 e 17 anos, o percentual atingido foi de 74,2%, resultando em 521
jovens acompanhados de um total de 702.
Já o acompanhamento da saúde das famílias, na vigência de dezembro de 2015, atingiu 79,1 %, percentual equivale a 2.680
famílias de um total de 3.386 que compunham o público no perfil para acompanhamento da área de saúde do município.
Estimativas
Mês Referência
Estimativa de famílias de baixa renda – Perfil Cadastro Único (Censo 2010) 4.689 2010
Estimativa de famílias pobres - Perfil Bolsa Família (CENSO 2010) 3.466 2010.

RI Bolsa Família e Cadastro Único
SÃO BENTO (PB)
IBGE: 251390 População (Censo IBGE 2010): 30.880
Visão Geral
Cadastro Único
O Cadastro Único para Programas Sociais reúne informações socioeconômicas das famílias brasileiras de baixa renda – aquelas
com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa. Essas informações permitem ao governo conhecer as reais condições
de vida da população e, a partir dessas informações, selecionar as famílias para diversos programas sociais.
No Município SÃO BENTO/PB, o total de famílias inscritas no Cadastro Único em dezembro de 2015 era de 5.850 dentre as quais:
2.715 com renda per capita familiar de até R$77,00;
1.326 com renda per capita familiar entre R$77,00 e R$ 154,00;
1.245 com renda per capita familiar entre R$ 154,00 e meio salário mínimo;
564 com renda per capita acima de meio salário mínimo.
O Programa Bolsa Família (PBF) é um programa de transferência condicionada de renda que beneficia famílias pobres e
extremamente pobres, inscritas no Cadastro Único. O PBF beneficiou, no mês de março de 2016, 3.444 famílias, representando
uma cobertura de 87,5 % da estimativa de famílias pobres no município. As famílias recebem benefícios com valor médio de R$
125,65 e o valor total transferido pelo governo federal em benefícios às famílias atendidas alcançou R$ 432.725,00 no mês.
Em relação às condicionalidades, o acompanhamento da frequência escolar, com base no bimestre de novembro de 2015, atingiu
o percentual de 90,1%, para crianças e adolescentes entre 6 e 15 anos, o que equivale a 3.201 alunos acompanhados em relação
ao público no perfil equivalente a 3.551. Para os jovens entre 16 e 17 anos, o percentual atingido foi de 69,8%, resultando em 674
jovens acompanhados de um total de 965.
Já o acompanhamento da saúde das famílias, na vigência de dezembro de 2015, atingiu 82,3 %, percentual equivale a 2.821
famílias de um total de 3.426 que compunham o público no perfil para acompanhamento da área de saúde do município.
Estimativas
Mês Referência
Estimativa de famílias de baixa renda – Perfil Cadastro Único (Censo 2010) 5.208 2010
Estimativa de famílias pobres - Perfil Bolsa Família (CENSO 2010) 3.938 2010.

RI Bolsa Família e Cadastro Único
BREJO DO CRUZ (PB)
IBGE: 250280 População (Censo IBGE 2010): 13.123
Visão Geral
Cadastro Único
O Cadastro Único para Programas Sociais reúne informações socioeconômicas das famílias brasileiras de baixa renda – aquelas
com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa. Essas informações permitem ao governo conhecer as reais condições
de vida da população e, a partir dessas informações, selecionar as famílias para diversos programas sociais.
No Município BREJO DO CRUZ/PB, o total de famílias inscritas no Cadastro Único em dezembro de 2015 era de 3.628 dentre as
quais:
2.306 com renda per capita familiar de até R$77,00;
405 com renda per capita familiar entre R$77,00 e R$ 154,00;
487 com renda per capita familiar entre R$ 154,00 e meio salário mínimo;
430 com renda per capita acima de meio salário mínimo.
O Programa Bolsa Família (PBF) é um programa de transferência condicionada de renda que beneficia famílias pobres e
extremamente pobres, inscritas no Cadastro Único. O PBF beneficiou, no mês de março de 2016, 2.292 famílias, representando
uma cobertura de 128,4 % da estimativa de famílias pobres no município. As famílias recebem benefícios com valor médio de R$
152,88 e o valor total transferido pelo governo federal em benefícios às famílias atendidas alcançou R$ 350.401,00 no mês.
Em relação às condicionalidades, o acompanhamento da frequência escolar, com base no bimestre de novembro de 2015, atingiu
o percentual de 69,0%, para crianças e adolescentes entre 6 e 15 anos, o que equivale a 1.093 alunos acompanhados em relação
ao público no perfil equivalente a 1.584. Para os jovens entre 16 e 17 anos, o percentual atingido foi de 15,7%, resultando em 66
jovens acompanhados de um total de 420.
Já o acompanhamento da saúde das famílias, na vigência de dezembro de 2015, atingiu 75,1 %, percentual equivale a 1.266
famílias de um total de 1.686 que compunham o público no perfil para acompanhamento da área de saúde do município.
Estimativas
Mês Referência
Estimativa de famílias de baixa renda – Perfil Cadastro Único (Censo 2010) 2.418 2010
Estimativa de famílias pobres - Perfil Bolsa Família (CENSO 2010) 1.785 2010.

RI Bolsa Família e Cadastro Único
BREJO DOS SANTOS (PB)
IBGE: 250290 População (Censo IBGE 2010): 6.197
Visão Geral
Cadastro Único
O Cadastro Único para Programas Sociais reúne informações socioeconômicas das famílias brasileiras de baixa renda – aquelas
com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa. Essas informações permitem ao governo conhecer as reais condições
de vida da população e, a partir dessas informações, selecionar as famílias para diversos programas sociais.
No Município BREJO DOS SANTOS/PB, o total de famílias inscritas no Cadastro Único em dezembro de 2015 era de 1.954 dentre
as quais:
1.472 com renda per capita familiar de até R$77,00;
42 com renda per capita familiar entre R$77,00 e R$ 154,00;
136 com renda per capita familiar entre R$ 154,00 e meio salário mínimo;
304 com renda per capita acima de meio salário mínimo.
O Programa Bolsa Família (PBF) é um programa de transferência condicionada de renda que beneficia famílias pobres e
extremamente pobres, inscritas no Cadastro Único. O PBF beneficiou, no mês de março de 2016, 1.258 famílias, representando
uma cobertura de 135,9 % da estimativa de famílias pobres no município. As famílias recebem benefícios com valor médio de R$
217,44 e o valor total transferido pelo governo federal em benefícios às famílias atendidas alcançou R$ 273.544,00 no mês.
Em relação às condicionalidades, o acompanhamento da frequência escolar, com base no bimestre de novembro de 2015, atingiu
o percentual de 98,4%, para crianças e adolescentes entre 6 e 15 anos, o que equivale a 843 alunos acompanhados em relação ao
público no perfil equivalente a 857. Para os jovens entre 16 e 17 anos, o percentual atingido foi de 82,4%, resultando em 150
jovens acompanhados de um total de 182.
Já o acompanhamento da saúde das famílias, na vigência de dezembro de 2015, atingiu 38,0 %, percentual equivale a 330
famílias de um total de 869 que compunham o público no perfil para acompanhamento da área de saúde do município.
Estimativas
Mês Referência
Estimativa de famílias de baixa renda – Perfil Cadastro Único (Censo 2010) 1.162 2010
Estimativa de famílias pobres - Perfil Bolsa Família (CENSO 2010) 926 2010.

RI Bolsa Família e Cadastro Único
MATO GROSSO (PB)
IBGE: 250937 População (Censo IBGE 2010): 2.702
Visão Geral
Cadastro Único
O Cadastro Único para Programas Sociais reúne informações socioeconômicas das famílias brasileiras de baixa renda – aquelas
com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa. Essas informações permitem ao governo conhecer as reais condições
de vida da população e, a partir dessas informações, selecionar as famílias para diversos programas sociais.
No Município MATO GROSSO/PB, o total de famílias inscritas no Cadastro Único em dezembro de 2015 era de 672 dentre as
quais:
428 com renda per capita familiar de até R$77,00;
61 com renda per capita familiar entre R$77,00 e R$ 154,00;
123 com renda per capita familiar entre R$ 154,00 e meio salário mínimo;
60 com renda per capita acima de meio salário mínimo.
O Programa Bolsa Família (PBF) é um programa de transferência condicionada de renda que beneficia famílias pobres e
extremamente pobres, inscritas no Cadastro Único. O PBF beneficiou, no mês de março de 2016, 400 famílias, representando
uma cobertura de 103,6 % da estimativa de famílias pobres no município. As famílias recebem benefícios com valor médio de R$
177,94 e o valor total transferido pelo governo federal em benefícios às famílias atendidas alcançou R$ 71.177,00 no mês.
Em relação às condicionalidades, o acompanhamento da frequência escolar, com base no bimestre de novembro de 2015, atingiu
o percentual de 93,6%, para crianças e adolescentes entre 6 e 15 anos, o que equivale a 262 alunos acompanhados em relação ao
público no perfil equivalente a 280. Para os jovens entre 16 e 17 anos, o percentual atingido foi de 57,9%, resultando em 44 jovens
acompanhados de um total de 76.
Já o acompanhamento da saúde das famílias, na vigência de dezembro de 2015, atingiu 90,7 %, percentual equivale a 292
famílias de um total de 322 que compunham o público no perfil para acompanhamento da área de saúde do município.
Estimativas
Mês Referência
Estimativa de famílias de baixa renda – Perfil Cadastro Único (Censo 2010) 485 2010
Estimativa de famílias pobres - Perfil Bolsa Família (CENSO 2010) 386 2010.

RI Bolsa Família e Cadastro Único
RIACHO DOS CAVALOS (PB)
IBGE: 251280 População (Censo IBGE 2010): 8.314
Visão Geral
Cadastro Único
O Cadastro Único para Programas Sociais reúne informações socioeconômicas das famílias brasileiras de baixa renda – aquelas
com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa. Essas informações permitem ao governo conhecer as reais condições
de vida da população e, a partir dessas informações, selecionar as famílias para diversos programas sociais.
No Município RIACHO DOS CAVALOS/PB, o total de famílias inscritas no Cadastro Único em dezembro de 2015 era de 2.296
dentre as quais:
1.693 com renda per capita familiar de até R$77,00;
138 com renda per capita familiar entre R$77,00 e R$ 154,00;
330 com renda per capita familiar entre R$ 154,00 e meio salário mínimo;
135 com renda per capita acima de meio salário mínimo.
O Programa Bolsa Família (PBF) é um programa de transferência condicionada de renda que beneficia famílias pobres e
extremamente pobres, inscritas no Cadastro Único. O PBF beneficiou, no mês de março de 2016, 1.619 famílias, representando
uma cobertura de 124,5 % da estimativa de famílias pobres no município. As famílias recebem benefícios com valor médio de R$
167,19 e o valor total transferido pelo governo federal em benefícios às famílias atendidas alcançou R$ 270.681,00 no mês.
Em relação às condicionalidades, o acompanhamento da frequência escolar, com base no bimestre de novembro de 2015, atingiu
o percentual de 88,9%, para crianças e adolescentes entre 6 e 15 anos, o que equivale a 898 alunos acompanhados em relação ao
público no perfil equivalente a 1.010. Para os jovens entre 16 e 17 anos, o percentual atingido foi de 84,3%, resultando em 182
jovens acompanhados de um total de 216.
Já o acompanhamento da saúde das famílias, na vigência de dezembro de 2015, atingiu 82,7 %, percentual equivale a 1.019
famílias de um total de 1.232 que compunham o público no perfil para acompanhamento da área de saúde do município.
Estimativas
Mês Referência
Estimativa de famílias de baixa renda – Perfil Cadastro Único (Censo 2010) 1.555 2010
Estimativa de famílias pobres - Perfil Bolsa Família (CENSO 2010) 1.300 2010.

RI Bolsa Família e Cadastro Único
JERICÓ (PB)
IBGE: 250740 População (Censo IBGE 2010): 7.538
Visão Geral
Cadastro Único
O Cadastro Único para Programas Sociais reúne informações socioeconômicas das famílias brasileiras de baixa renda – aquelas
com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa. Essas informações permitem ao governo conhecer as reais condições
de vida da população e, a partir dessas informações, selecionar as famílias para diversos programas sociais.
No Município JERICÓ/PB, o total de famílias inscritas no Cadastro Único em dezembro de 2015 era de 1.905 dentre as quais:
1.250 com renda per capita familiar de até R$77,00;
167 com renda per capita familiar entre R$77,00 e R$ 154,00;
260 com renda per capita familiar entre R$ 154,00 e meio salário mínimo;
228 com renda per capita acima de meio salário mínimo.
O Programa Bolsa Família (PBF) é um programa de transferência condicionada de renda que beneficia famílias pobres e
extremamente pobres, inscritas no Cadastro Único. O PBF beneficiou, no mês de março de 2016, 1.231 famílias, representando
uma cobertura de 119,7 % da estimativa de famílias pobres no município. As famílias recebem benefícios com valor médio de R$
168,10 e o valor total transferido pelo governo federal em benefícios às famílias atendidas alcançou R$ 206.930,00 no mês.
Em relação às condicionalidades, o acompanhamento da frequência escolar, com base no bimestre de novembro de 2015, atingiu
o percentual de 86,6%, para crianças e adolescentes entre 6 e 15 anos, o que equivale a 750 alunos acompanhados em relação ao
público no perfil equivalente a 866. Para os jovens entre 16 e 17 anos, o percentual atingido foi de 74,8%, resultando em 157
jovens acompanhados de um total de 210.
Já o acompanhamento da saúde das famílias, na vigência de dezembro de 2015, atingiu 72,0 %, percentual equivale a 737
famílias de um total de 1.023 que compunham o público no perfil para acompanhamento da área de saúde do município.
Estimativas
Mês Referência
Estimativa de famílias de baixa renda – Perfil Cadastro Único (Censo 2010) 1.407 2010
Estimativa de famílias pobres - Perfil Bolsa Família (CENSO 2010) 1.028 2010.

RI Bolsa Família e Cadastro Único
BELÉM DO BREJO DO CRUZ (PB)
IBGE: 250200 População (Censo IBGE 2010): 7.143
Visão Geral
Cadastro Único
O Cadastro Único para Programas Sociais reúne informações socioeconômicas das famílias brasileiras de baixa renda – aquelas
com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa. Essas informações permitem ao governo conhecer as reais condições
de vida da população e, a partir dessas informações, selecionar as famílias para diversos programas sociais.
No Município BELÉM DO BREJO DO CRUZ/PB, o total de famílias inscritas no Cadastro Único em dezembro de 2015 era de 2.047
dentre as quais:
1.390 com renda per capita familiar de até R$77,00;
109 com renda per capita familiar entre R$77,00 e R$ 154,00;
209 com renda per capita familiar entre R$ 154,00 e meio salário mínimo;
339 com renda per capita acima de meio salário mínimo.
O Programa Bolsa Família (PBF) é um programa de transferência condicionada de renda que beneficia famílias pobres e
extremamente pobres, inscritas no Cadastro Único. O PBF beneficiou, no mês de março de 2016, 1.309 famílias, representando
uma cobertura de 120,9 % da estimativa de famílias pobres no município. As famílias recebem benefícios com valor médio de R$
170,72 e o valor total transferido pelo governo federal em benefícios às famílias atendidas alcançou R$ 223.478,00 no mês.
Em relação às condicionalidades, o acompanhamento da freqüência escolar, com base no bimestre de novembro de 2015, atingiu
o percentual de 96,2%, para crianças e adolescentes entre 6 e 15 anos, o que equivale a 898 alunos acompanhados em relação ao
público no perfil equivalente a 933. Para os jovens entre 16 e 17 anos, o percentual atingido foi de 88,1%, resultando em 192
jovens acompanhados de um total de 218.
Já o acompanhamento da saúde das famílias, na vigência de dezembro de 2015, atingiu 97,4 %, percentual equivale a 1.067
famílias de um total de 1.095 que compunham o público no perfil para acompanhamento da área de saúde do município.
Estimativas
Mês Referência
Estimativa de famílias de baixa renda – Perfil Cadastro Único (Censo 2010) 1.417 2010
Estimativa de famílias pobres - Perfil Bolsa Família (CENSO 2010) 1.083 2010.

RI Bolsa Família e Cadastro Único
SÃO JOSÉ DO BREJO DO CRUZ (PB)
IBGE: 251465 População (Censo IBGE 2010): 1.684
Visão Geral
Cadastro Único
O Cadastro Único para Programas Sociais reúne informações socioeconômicas das famílias brasileiras de baixa renda – aquelas
com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa. Essas informações permitem ao governo conhecer as reais condições
de vida da população e, a partir dessas informações, selecionar as famílias para diversos programas sociais.
No Município SÃO JOSÉ DO BREJO DO CRUZ/PB, o total de famílias inscritas no Cadastro Único em dezembro de 2015 era de
445 dentre as quais:
283 com renda per capita familiar de até R$77,00;
20 com renda per capita familiar entre R$77,00 e R$ 154,00;
86 com renda per capita familiar entre R$ 154,00 e meio salário mínimo;
56 com renda per capita acima de meio salário mínimo.
O Programa Bolsa Família (PBF) é um programa de transferência condicionada de renda que beneficia famílias pobres e
extremamente pobres, inscritas no Cadastro Único. O PBF beneficiou, no mês de março de 2016, 260 famílias, representando
uma cobertura de 103,2 % da estimativa de famílias pobres no município. As famílias recebem benefícios com valor médio de R$
242,47 e o valor total transferido pelo governo federal em benefícios às famílias atendidas alcançou R$ 63.042,00 no mês.
Em relação às condicionalidades, o acompanhamento da frequência escolar, com base no bimestre de novembro de 2015, atingiu
o percentual de 100,0%, para crianças e adolescentes entre 6 e 15 anos, o que equivale a 223 alunos acompanhados em relação
ao público no perfil equivalente a 223. Para os jovens entre 16 e 17 anos, o percentual atingido foi de 100,0%, resultando em 61
jovens acompanhados de um total de 61.
Já o acompanhamento da saúde das famílias, na vigência de dezembro de 2015, atingiu 88,3 %, percentual equivale a 173
famílias de um total de 196 que compunham o público no perfil para acompanhamento da área de saúde do município.
Estimativas
Mês Referência
Estimativa de famílias de baixa renda – Perfil Cadastro Único (Censo 2010) 301 2010
Estimativa de famílias pobres - Perfil Bolsa Família (CENSO 2010) 252 2010.

RI Bolsa Família e Cadastro Único
BOM SUCESSO (PB)
IBGE: 250230 População (Censo IBGE 2010): 5.037
Visão Geral
Cadastro Único
O Cadastro Único para Programas Sociais reúne informações socioeconômicas das famílias brasileiras de baixa renda – aquelas
com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa. Essas informações permitem ao governo conhecer as reais condições
de vida da população e, a partir dessas informações, selecionar as famílias para diversos programas sociais.
No Município BOM SUCESSO/PB, o total de famílias inscritas no Cadastro Único em dezembro de 2015 era de 1.598 dentre as
quais:
1.079 com renda per capita familiar de até R$77,00;
58 com renda per capita familiar entre R$77,00 e R$ 154,00;
193 com renda per capita familiar entre R$ 154,00 e meio salário mínimo;
268 com renda per capita acima de meio salário mínimo.
O Programa Bolsa Família (PBF) é um programa de transferência condicionada de renda que beneficia famílias pobres e
extremamente pobres, inscritas no Cadastro Único. O PBF beneficiou, no mês de março de 2016, 954 famílias, representando
uma cobertura de 124,2 % da estimativa de famílias pobres no município. As famílias recebem benefícios com valor médio de R$
160,61 e o valor total transferido pelo governo federal em benefícios às famílias atendidas alcançou R$ 153.220,00 no mês.
Em relação às condicionalidades, o acompanhamento da frequência escolar, com base no bimestre de novembro de 2015, atingiu
o percentual de 93,3%, para crianças e adolescentes entre 6 e 15 anos, o que equivale a 459 alunos acompanhados em relação ao
público no perfil equivalente a 492. Para os jovens entre 16 e 17 anos, o percentual atingido foi de 76,2%, resultando em 93 jovens
acompanhados de um total de 122.
Já o acompanhamento da saúde das famílias, na vigência de dezembro de 2015, atingiu 75,1 %, percentual equivale a 483
famílias de um total de 643 que compunham o público no perfil para acompanhamento da área de saúde do município.
Estimativas
Mês Referência
Estimativa de famílias de baixa renda – Perfil Cadastro Único (Censo 2010) 920 2010
Estimativa de famílias pobres - Perfil Bolsa Família (CENSO 2010) 768 2010.

RI Bolsa Família e Cadastro Único
POMBAL (PB)
IBGE: 251210 População (Censo IBGE 2010): 32.117
Visão Geral
Cadastro Único
O Cadastro Único para Programas Sociais reúne informações socioeconômicas das famílias brasileiras de baixa renda – aquelas
com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa. Essas informações permitem ao governo conhecer as reais condições
de vida da população e, a partir dessas informações, selecionar as famílias para diversos programas sociais.
No Município POMBAL/PB, o total de famílias inscritas no Cadastro Único em dezembro de 2015 era de 7.976 dentre as quais:
5.132 com renda per capita familiar de até R$77,00;
770 com renda per capita familiar entre R$77,00 e R$ 154,00;
887 com renda per capita familiar entre R$ 154,00 e meio salário mínimo;
1.187 com renda per capita acima de meio salário mínimo.
O Programa Bolsa Família (PBF) é um programa de transferência condicionada de renda que beneficia famílias pobres e
extremamente pobres, inscritas no Cadastro Único. O PBF beneficiou, no mês de março de 2016, 4.829 famílias, representando
uma cobertura de 121,2 % da estimativa de famílias pobres no município. As famílias recebem benefícios com valor médio de R$
172,13 e o valor total transferido pelo governo federal em benefícios às famílias atendidas alcançou R$ 831.222,00 no mês.
Em relação às condicionalidades, o acompanhamento da frequência escolar, com base no bimestre de novembro de 2015, atingiu
o percentual de 88,7%, para crianças e adolescentes entre 6 e 15 anos, o que equivale a 2.990 alunos acompanhados em relação
ao público no perfil equivalente a 3.371. Para os jovens entre 16 e 17 anos, o percentual atingido foi de 71,8%, resultando em 676
jovens acompanhados de um total de 942.
Já o acompanhamento da saúde das famílias, na vigência de dezembro de 2015, atingiu 85,1 %, percentual equivale a 2.869
famílias de um total de 3.370 que compunham o público no perfil para acompanhamento da área de saúde do município.
Estimativas
Mês Referência
Estimativa de famílias de baixa renda – Perfil Cadastro Único (Censo 2010) 5.457 2010
Estimativa de famílias pobres - Perfil Bolsa Família (CENSO 2010) 3.984 2010.

RI Bolsa Família e Cadastro Único
PAULISTA (PB)
IBGE: 251090 População (Censo IBGE 2010): 11.783
Visão Geral
Cadastro Único
O Cadastro Único para Programas Sociais reúne informações socioeconômicas das famílias brasileiras de baixa renda – aquelas
com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa. Essas informações permitem ao governo conhecer as reais condições
de vida da população e, a partir dessas informações, selecionar as famílias para diversos programas sociais.
No Município PAULISTA/PB, o total de famílias inscritas no Cadastro Único em dezembro de 2015 era de 2.981 dentre as quais:
1.886 com renda per capita familiar de até R$77,00;
202 com renda per capita familiar entre R$77,00 e R$ 154,00;
541 com renda per capita familiar entre R$ 154,00 e meio salário mínimo;
352 com renda per capita acima de meio salário mínimo.
O Programa Bolsa Família (PBF) é um programa de transferência condicionada de renda que beneficia famílias pobres e
extremamente pobres, inscritas no Cadastro Único. O PBF beneficiou, no mês de março de 2016, 1.923 famílias, representando
uma cobertura de 119,0 % da estimativa de famílias pobres no município. As famílias recebem benefícios com valor médio de R$
143,37 e o valor total transferido pelo governo federal em benefícios às famílias atendidas alcançou R$ 275.704,00 no mês.
Em relação às condicionalidades, o acompanhamento da frequência escolar, com base no bimestre de novembro de 2015, atingiu
o percentual de 95,4%, para crianças e adolescentes entre 6 e 15 anos, o que equivale a 1.213 alunos acompanhados em relação
ao público no perfil equivalente a 1.272. Para os jovens entre 16 e 17 anos, o percentual atingido foi de 69,5%, resultando em 230
jovens acompanhados de um total de 331.
Já o acompanhamento da saúde das famílias, na vigência de dezembro de 2015, atingiu 59,9 %, percentual equivale a 965
famílias de um total de 1.612 que compunham o público no perfil para acompanhamento da área de saúde do município.
Estimativas
Mês Referência
Estimativa de famílias de baixa renda – Perfil Cadastro Único (Censo 2010) 2.109 2010
Estimativa de famílias pobres - Perfil Bolsa Família (CENSO 2010) 1.616 2010.

RI Bolsa Família e Cadastro Único
LAGOA (PB)
IBGE: 250810 População (Censo IBGE 2010): 4.681
Visão Geral
Cadastro Único
O Cadastro Único para Programas Sociais reúne informações socioeconômicas das famílias brasileiras de baixa renda – aquelas
com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa. Essas informações permitem ao governo conhecer as reais condições
de vida da população e, a partir dessas informações, selecionar as famílias para diversos programas sociais.
No Município LAGOA/PB, o total de famílias inscritas no Cadastro Único em dezembro de 2015 era de 1.315 dentre as quais:
886 com renda per capita familiar de até R$77,00;
81 com renda per capita familiar entre R$77,00 e R$ 154,00;
167 com renda per capita familiar entre R$ 154,00 e meio salário mínimo;
181 com renda per capita acima de meio salário mínimo.
O Programa Bolsa Família (PBF) é um programa de transferência condicionada de renda que beneficia famílias pobres e
extremamente pobres, inscritas no Cadastro Único. O PBF beneficiou, no mês de março de 2016, 830 famílias, representando
uma cobertura de 112,2 % da estimativa de famílias pobres no município. As famílias recebem benefícios com valor médio de R$
216,33 e o valor total transferido pelo governo federal em benefícios às famílias atendidas alcançou R$ 179.552,00 no mês.
Em relação às condicionalidades, o acompanhamento da frequência escolar, com base no bimestre de novembro de 2015, atingiu
o percentual de 91,0%, para crianças e adolescentes entre 6 e 15 anos, o que equivale a 517 alunos acompanhados em relação ao
público no perfil equivalente a 568. Para os jovens entre 16 e 17 anos, o percentual atingido foi de 67,9%, resultando em 91 jovens
acompanhados de um total de 134.
Já o acompanhamento da saúde das famílias, na vigência de dezembro de 2015, atingiu 99,8 %, percentual equivale a 840
famílias de um total de 842 que compunham o público no perfil para acompanhamento da área de saúde do município.
Estimativas
Mês Referência
Estimativa de famílias de baixa renda – Perfil Cadastro Único (Censo 2010) 914 2010
Estimativa de famílias pobres - Perfil Bolsa Família (CENSO 2010) 740 2010.

Domício Filho-Panorama Notícias. Net
Tecnologia do Blogger.