Header Ads

Últimas Notícias
recent

Do mesmo partido de Temer, Veneziano quer agilidade nas investigações de denúncias

   

O deputado Veneziano Vita do rego (PMDB) cobrou nesta sexta-feira (19) celeridade do Supremo Tribunal Federal nas investigações e coletas de provas sobre a denúncia feita pelo presidente da JBS, Joesley Batista, de que discutiu com o presidente Temer a compra do silêncio do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), preso na Lava Jato, com o objetivo de evitar que ele fizesse delação.

“O STF tem que investigar rapidamente, sem perder qualidade, e apresentar provas caso existam", destacou Veneziano acrescentando que a denúncia d Joesley Batista teve consequências graves na política e na economia brasileira.

Para Veneziano, as delações do dono da JBS e homologadas pelo ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato na Corte, são de maior gravidade, no entanto as degravações postadas não mostram que o presidente tenha estimulado o pagamento de propina.

Veneziano se mostra reticente do movimento da oposição no Congresso Nacional a favor do impeachment ou de renúncia do presidente Michel Temer. “Ninguém tem como se antecipar e pedir a renúncia do presidente. É uma decisão pessoal e intransferível do presidente”, alega.

O peemedebista ainda considerou normal a reação do presidente que em pronunciamento em rede nacional, que não teme delação e que não renunciará.



Redação

com Assessoria

Tecnologia do Blogger.