Header Ads

Últimas Notícias
recent

SOBRE A AGRESSÃO COVARDE: Diretora da Escola falou da polêmica em Brejo do Cruz

 
Uma cena na escola Municipal Josué Alves de Azevedo, no município de Brejo do Cruz, chamou atenção de quem a viu nas redes sociais. Em vídeos que circulam nas redes sociais adolescentes são vistos agredindo crianças, em um dos vídeos é possível ver que uma dos jovens agredidos chora, enquanto que os agressores riem e fazem deboche do aluno. No vídeo tem duas funcionárias da escola acompanhando o fato e só tomam uma providência depois de pelo menos o aluno levar diversas pancadas na cabeça.

O assunto ganhou tanta repercussão que TV Correio e TV Paraíba estiveram fazendo reportagem sobre o assunto, o próprio programa Fantástico da Rede Globo vai falar sobre isso.
Ministério Público e Polícia Civil também tomaram providências e investigam o fato.

Conversamos com a diretora da instituição, Maria de Fátima Alves Linhares que contou sobre o assunto; “Esse fato aconteceu na última quarta-feira, eu não estava na escola. Os alunos foram suspensos das aulas, e as duas funcionárias notificadas e inicialmente afastadas do trabalho. Não posso suspender as funcionárias, mas não trabalharam porque o clima estava ruim pra elas na escola. A vigilante da escola disse que os meninos são desobedientes e eles não atenderam pedido dela para parar a agressão, a secretaria de educação deu apoio, assim como a procuradoria do município que deu orientações. As funcionárias se sentiram incapazes, a comunidade é difícil e a batalha é grande, somos agredidos muitas vezes pelos alunos que tem algumas vezes famílias com problemas. O clima na escola mudou, são pais pedindo providências e alguns pensam que temos de agredir alunos, mas não agimos assim. Conversei com os alunos, eles lidam com isso como se fosse brincadeira, a mãe de um  veio também, chorou bastante. Dói assistir o vídeo. Nunca tinha passado por isso, sou funcionária há muitos anos, fazemos projeto contra bulliyng”; disse ela.

A diretora não estava na escola na ocorrência do fato.
As funcionárias afastadas são: Maria José Ferreira de Araújo, efetiva e Francisca Antonia de Medeiros – trabalha no Novo Mais educação.

Nota da prefeitura
As imagens deprimentes de um vídeo divulgado na tarde do dia 14/09/2017, realmente, ocorreram em uma escola da cidade de Brejo do Cruz-PB.

O vídeo registra cenas deploráveis de violência gratuita promovida por jovens contra uma criança. Um dos fatos que gera bastante indignação, além dos próprios atos violentos praticados, é a inércia de duas mulheres, as quais são funcionárias da instituição de ensino, perante a situação depreciativa.

Entretanto, deve-se esclarecer que nenhuma das mulheres que aparecem no vídeo é a Diretora da escola onde as cenas lamentáveis ocorreram. Tal observação não objetiva, de modo algum, justificar as atitudes violentas dos alunos ou diminuir a responsabilidade da Equipe Gestora Escolar perante o ocorrido, mas evitar a difusão precipitada da informação errônea que circula sobre a Diretora da escola estar presente, no momento das agressões, e não ter tomado nenhuma providência (como está ocorrendo e, inclusive,  tirando o verdadeiro foco do problema: a ação violenta dos discentes na escola e a possível negligência das funcionárias).

A violência, independente da forma e do local onde ocorra, é (e continuará sendo) fortemente repudiada por todas as escolas brejocruzenses, as quais permanecerão acreditando que a educação significativa/qualitativa ainda é o caminho mais eficiente para a construção e manutenção de uma cultura de paz.

Desse modo, cabe informar ainda que a Escola, onde ocorreram os fatos expostos, juntamente com a Secretaria de Educação, está tomando as devidas providências legais, administrativas e pedagógicas em relação à violência ocorrida dentro do espaço educativo e a todas as pessoas envolvidas no caso.

Panorama Notícias.net com Blog de Clinton Medeiros 
Tecnologia do Blogger.